Palavras de Saudade

Assim diz a Palavra de Deus:

“Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo dos céus: tempo para nascer, e tempo para morrer; tempo para plantar, e tempo para arrancar o que foi plantado; tempo para matar, e tempo para sarar; tempo para demolir, e tempo para construir; tempo para chorar, e tempo para rir; tempo para gemer, e tempo para dançar; tempo para atirar pedras, e tempo para ajuntá-las; tempo para dar abraços, e tempo para apartar-se.” (Ecle 3, 1 – 5).

Meus queridos paroquianos e paroquianas, amigas e amigos, irmãos Presbíteros e familiares, depois de seis anos de uma alegre e feliz convivência na Paróquia de Farias Brito, no ano de 2018, Ano do Laicato, ano em que chegarei aos 12 anos ordenação sacerdotal e nos meus quarenta anos de idade, eis um tempo favorável, chegou o tempo de avançar para águas mais profundas (Lc 5, 4). Tomei uma decisão que amadureci bastante e, depois de muitas orações pessoais, decidi aceitar o convite do Arcebispo Dom Washington Cruz para passar um tempo na Arquidiocese de GOIANIA. Lá eu encontrei uma comunidade de leigos com uma forte espiritualidade e o carisma de formação cristã de leigos, para atuarem na sociedade como “Sal da terra e luz no mundo” (Mt 5,13), em diversas frentes de serviço na área da educação, saúde, assistência social e comunicação, que me inspirou a avançar mais no aperfeiçoamento da minha espiritualidade pessoal como sacerdote. Conhecer a “Luz da Vida” foi amor à primeira vista. Eu quero aprender mais para poder servir melhor a Deus, por meio do meu sacerdócio. Sacerdócio que exerço em função de todos vocês, povo de Deus, leigos e leigas que aprendi a valorizar, organizar e motivar na fé nesses últimos anos como ministro ordenado. Sei, como servo do Senhor, que nada acontece por acaso na vida, pelo contrário, como nos diz a Palavra: Tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus, como vocês e eu O amamos. Os designíos de Deus, meus amados irmãos e irmãs, nem sempre coincidem com a nossa vontade humana, porém, se formos dóceis e atentos à voz e à ação do Espírito Santo, saberemos discernir qual é a vontade de Deus para as nossas vidas neste momento, mesmo que ela não coincida com a nossa vontade humana. Apartar-se por um tempo, não significa nos separarmos definitivamente, tenham certeza de que não. Eu amo tanto o que faço e quero nesse ano dedicado ao Leigo e Leiga proposto pela nossa Igreja dedicar mais tempo para oração através dos retiros e do serviço social da caridade. Tenham a certeza de que eu os terei, um a um, em minhas orações pessoais, retiros e nas celebrações diárias que presidirei. Da mesma forma, eu tenho certeza que, pelo amor que vocês sempre demonstraram por mim, estarei presente nas suas orações diárias. Se estaremos apartados por um tempo, ao mesmo tempo, estaremos unidos pelo Espírito Santo, protagonizado pelo amor que sempre nos uniu e nunca nos separará! Assim, mesmo com o coração apertado, devemos louvar e bendizer a Deus por esta decisão que tomei, volto a dizer, por iniciativa minha, pessoal, porém inspirado por Deus que espera mais de mim, agora, no âmbito da minha espiritualidade pessoal como sacerdote, para que, assim, depois desta experiência eu possa dar mais frutos ao Seu Reino. Obrigado pelo amor, pelo carinho, pela paciência e pela fidelidade a mim demonstrada nestes seis frutuosos anos de convivência e até breve, pois tenho certeza de que, mais cedo ou mais tarde, estaremos novamente juntos. Agradeço ao Arcebispo de Goiânia Dom Washington Cruz pelo convite e confiança em mim depositada, ao meu Bispo Diocesano de Crato, Dom Gilberto Pastana por ter acolhido o pedido de Dom Washington e o meu desejo de fazer essa nova experiência e à Comunidade Luz da Vida por me acolher em seu carisma e serviço à Igreja. Que Deus os abençoe!

Um pensamento em “Palavras de Saudade”

Deixe uma resposta para Veridiana Melo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *