À espera da festa da luz

O período do advento é a época de espera do salvador que está por vir. Neste tempo nós celebramos a manifestação de Deus por meio do nascimento de Jesus Cristo e também o retorno de Cristo em sua Glória.

O advento é marcado pelo tempo, já sendo celebrado na Gália e Espanha desde o século IV. Na Igreja Romana a data começou a ser celebrada tempos depois, em meados do século VI, a partir da observação da importância de se preparar para as festividades do Natal, bem como se preparavam para a Páscoa. Instituindo assim, o período de seis semana que antecedem o Natal, com São Gregório Magno, esse período foi formatado para os quatro domingos antes dessa festividade tão importante, formato que se mantém até hoje.

Um dos símbolos do Natal é a coroa do advento que contém em si uma série de significados e simbolismos. Na confecção da coroa do advento são usados ramos de pinheiros, árvores se mantém verdes mesmo em tempos hostis, bem como a nossa fé que está sempre viva como chama acessa em nossos corações. A cor verde também remete a esperança, sempre nossa companheira. Por fim, a fita vermelha que envolve a coroa simboliza o amor de Deus que nos envolve e nos acolhe, que construindo o formato de um círculo representa a harmonia eterna que não tem começo, nem fim.

Junto ao símbolo da coroa acendemos quatro velas, que representam os quatro domingos que antecedem o natal, chamas que aumentam a medida que a data se aproxima. As velas, todas vermelhas, refletem o valor da festa da luz que é Cristo, luz que ilumina a salvação para toda humanidade. Particularmente no Brasil vem se adotando a prática de utilizar velas coloridas. Elas simbolizam culturas indígena e afro, onde o colorido lembra festa, dança e alegria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *